banner5

ISRAEL FILHO, MINHA HISTORIA COM LUIZ GONZAGA

Minha história com Luiz Gonzaga

 
Nascido no “País de Caruaru”, ISRAEL FILHO, já aos 3 anos de idade foi mascote da banda de músicos em Surubim-PE, mostrando sua tendência artística já na infância. Em 1979 recebeu um convite para cantar ao lado de Luiz Lua Gonzaga, no primeiro forró existente em Recife, o “Forró Cheiro do Povo”, mais especificamente na cidade de Olinda, por onde cantou por aproximadamente um ano. Em 1980 foi para São Paulo e continuou trilhando o caminho da música nos show e pelos muitos festivais do Brasil. Em 1984 após tornar-se campeão do 1º FEMÚSICA na cidade de Apucarana-PR, partiu definitivamente para o caminho da música e entrou na gravadora Copacabana, onde gravou seu primeiro LP “Origens”, em 1985 gravou pela PolyGram “Sabor de Framboesa” e em 1987 ainda pela PolyGram gravou “Gosto Bom”, um disco com muito xote, baião e arrasta-pé. Mas, foi em 1990 que ISRAEL FILHO começou a mudar sua carreira, gravando seu 4º LP ”Sonho Vadio”, pela gravadora Continental, o qual trazia uma música que seria o seu grande sucesso “Ai Que Saudade D’ocê” e daí em diante começou a despontar para o Brasil como uma das grandes revelações da Musica Regional. Ganhou o Prêmio Sharp de Música/90, em 1991, ganhou o Festival “Canta Nordeste” promovido pela Rede Globo, em 1992 ganhou dois prêmios no Novo Festival da Record, como revelação e melhor letrista. Em 1992 lançou seu primeiro CD em homenagem ao eterno Rei do Baião, “Saudades de Gonzagão” e novamente foi classificado para o mais um Prêmio Sharp de Música como melhor cantor regional. De lá pra cá ISRAEL FILHO foi aperfeiçoando o seu trabalho e mostrando um estilo bem peculiar, misturando o som da sanfona com a viola, a zabumba com os violinos, o triângulo com o violão, e fazendo o seu trabalho bem diferenciado do que normalmente é feito em sua região, mostrando assim um leque mais aberto dentro de seu estilo musical, para que pudesse através de sua versatilidade cantar em outras regiões do Brasil. Em 1996 teve uma linda canção de sua autoria gravada por Roberta Miranda, “O Sol da Manhã” e em 1999 lançou seu CD “Pose de Valente”, onde foi cantar em New York, num grande show em homenagem a Luiz Lua Gonzaga, fazendo brasileiros e americanos cantarem juntos as coisas regionais de nosso Brasil. Em 2000 lançou uma coletânea “Canto Regional Brasileiro”, onde trouxe um xote arretado que compôs quando esteve em New York “Forró em Nova York” homenageando este ritmo bem pernambucano. Em 2004 lançou um cd especial em homenagem a Caruaru, chamado de “Caruaru Festança” e em seguida lança sua segunda coletânea “Muitos Brasis”, reeditando musicas que marcaram em sua carreira e também com a participação do saudoso Luiz Lua Gonzaga, o eterno Rei do Baião, quando apresentou ISRAEL FILHO ao povo brasileiro como um de seus seguidores, e ainda faz uma linda homenagem aos eternos ídolos brasileiros Ayton Senna, Pelé e Gonzagão na faixa título “Muitos Brasis”. Em 2009 ISRAEL FILHO lançou o CD “Atalhos do Coração” e mesmo dentro de sua regionalidade brasileiríssima, trouxe neste trabalho uma linguagem muito romântica em forma de xote, baião e toada, abrindo o leque de possibilidades para continuação do trabalho além de épocas e fronteiras, onde destacam-se as faixas “Atalhos do coração”,“Solidão nunca mais” e “Casinha ao pé da serra” de sua autoria, além de composições de autores consagrados como Accioly Neto nas faixas “A natureza das coisas” e “Saudade da Boa”, e também Flávio Leandro, o poeta do sertão assinando as faixas “Fuxico”, “Tempo” e “Feliz da vida”, trazendo porém uma grande surpresa no romantismo exótico da faixa “Ponto G” de autoria dos Nonatos, os poetas da Paraíba. ISRAEL FILHO tem percorrido diversas regiões do Brasil mostrando a verdadeira MBQ (Música Brasileira de Qualidade). Em 2012, ISRAEL FILHO fez uma homenagem a Luiz Lua Gonzaga e compôs “Saudades de Gonzagão”, que abre o seu CD em homenagem ao saudoso Rei do Baião, para ser divulgado em todo Brasil, tendo inclusive participado de uma grande homenagem ao Rei do Baião no programa Sr. Brasil em 08/12/2012, apresentado pelo seu amigo Rolando Boldrin. Em 2019 ISRAEL FILHO comemora 35 anos de carreira e prepara o lançamento do CD “ISRAEL FILHO & FORRÓ BEATLES”, numa homenagem nordestina ao maior grupo de rock mundial de todos os tempos, enfatizando Caruaru na criação deste projeto pioneiro, valorizando a arte do Alto do Moura onde se deu a concepção da capa do CD pelas mãos dos ceramistas e que está correndo o mundo através de um vídeo clipe gravado no Morro do Bom Jesus onde exibe toda grandeza da Caruaru, exportando a sua cultura para o Brasil e o mundo através do toque da sanfona, da zabumba e do triângulo, mostrando o verdadeiro forró Gonzagueano, literalmente “De Caruaru Para o Mundo”. ISRAEL FILHO tem percorrido diversas regiões do Brasil e no exterior mostrando a verdadeira MBQ (Música Brasileira de Qualidade).
 

 

Contatos: (81) 9.9764.2428 / 9.9227.2772
Email: jaboticanaproducoes@hotmail.com
 

 

 

Compartilhe:

Deixe um comentário