banner5

Geração.

 De geração para Geração.

Por: Ana Maria Santos.
 
É plausível de se ver a primeira geração mostrando seus ensinamentos para sua terceira geração. O vovô Durval Galdino Marques, com oitenta e quatro anos, depois de ter lecionado por trinta e cinco anos como professor, ainda está com a matemática viva na cabeça passando para seu neto Arthur Henrique Marques Maia.
 
Além do saber direcionado ao ensino seria bom que todas as famílias parassem um pouco para passar os ensinamentos familiares para as suas gerações. O respeito aos mais velhos, quase não existem mais, o interesse pelos estudos nos dias de hoje não é mais o mesmo do passado. O respeito aos professores que eram tidos como a extensão de nossos pais em se tratando de respeito.
 
As atenções familiares, nos dias de hoje, estão se perdendo meio a tecnologia, não havendo tempo entre pais, filhos, avós, irmãos, enfim… Cadê aquelas famílias de outrora, onde costumava tomar a benção aos pais, avós, tios e até mesmo aos mais velhos em forma de respeito e consideração.
 
A hora sagrada do encontro familiar, como os horários da refeição já não existem mais, os pedidos de aconselhamentos aos pais, avós, nas horas de perigo, isso hoje é feito na rua através de amigos. será que está certo? É… O mundo está mesmo precisando de socorro. Que Deus seja o nosso intermediador para que tudo vote a ser como em outrora e que todas as famílias voltem a ser feliz de verdade.
 
Como diz um trechinho da música de padre Zezinho: “Abençoa Senhor as famílias Amém, Abençoa Senhor a minha também.”
 
 

 

 

Compartilhe:

4 comentários em “Geração.”

  1. Parabéns Ana pela bela reflexão a respeito da cultura dos nossos antepassados que é repassado de geração em geração, procurando apregoar os belos ensinamentos e hábitos cotidianos. Abraço!

Deixe um comentário