banner5

Em segundo lugar, Miguel é o grande vitorioso

 

As chances de o candidato do União Brasil ao Governo de Pernambuco, Miguel Coelho, desbancar Raquel Lyra (PSDB) e garantir sua presença no duelo final com Marília Arraes, do Solidariedade, são altíssimas. O jovem, preparado e testado gestor público por excelência em Petrolina cresceu na hora certa, na reta final da campanha, como atestam todas as pesquisas, entre as quais a mais atual, a do Ipec, divulgada pela Globo, há pouco, onde aparece em segundo lugar, com 17%.
 
 
Miguel fez uma campanha competente. Largou sem apoios de partidos e caciques, mas com um respaldo fundamental: a força e confiança do povo da sua região, o São Francisco, onde detém índices de intenção de votos acima de 70%, enquanto Raquel, no Agreste, nunca chegou a 30%, ficando entre 24 a 25%.
 
 
Isso se traduz da seguinte forma: quem conhece Miguel, como o povo do São Francisco, com extensão ao resto do Sertão, vota em Miguel. Quem passou a conhecer Miguel pela propaganda eleitoral no rádio e na televisão firmou uma convicção, a de que ele é o melhor candidato para liderar um movimento de recuperação de um Estado estagnado, esgotado pelas políticas nocivas do PSB, colocado no fundo do poço por Paulo Câmara, o pior governador nos últimos 30 anos.
 
Aos que não o conheciam, a esmagadora maioria da Região Metropolitana do Recife, Miguel mostrou que tem estatura, envergadura e está preparado para ampliar ao restante do Estado, como governador, o modelo bem sucedido de gestão pública em Petrolina, cujo governo tem a marca impressionante de 93% de aprovação.
 
O que Pernambuco precisa, neste estágio de crescimento no modelo rabo de cavalo, para baixo, é de gestão. E esta será a temática da campanha de segundo turno em Pernambuco, independente do que venha a ocorrer no plano nacional.
 
Miguel deve chegar ao segundo turno, por fim, porque na reta final se converteu no chamado fato novo, o candidato que mais cresceu, que mais atraiu a atenção do eleitorado. E que conquistou a confiança. Miguel chega na véspera da eleição, desde já, como o grande vitorioso.
 
Por: BlogdoMagno
Compartilhe:

Deixe um comentário