banner5

A pauta de Raquel com Lula

 

 

Numa longa entrevista, ontem, aos jornalistas Houldine Nascimento e Guilherme Waltenberg, do site Poder 360, de Brasília, a governadora eleita Raquel Lyra (PSDB) elencou suas prioridades em parceria com o futuro Governo Lula: a conclusão da Adutora do Agreste, a retomada da ferrovia Transnordestina e a melhoria e ampliação do Metrô do Recife. Esses três temas – água, logística e mobilidade– estão no centro das preocupações e das nossas reivindicações principais para o próximo presidente da República”, afirmou.
 
 
Na entrevista, a tucana disse que Pernambuco tem dois milhões de pessoas sem acesso à água. “Não é rodízio, embora tenhamos o pior rodízio do Brasil. Nossa população não tem acesso à água pelo menos uma vez por semana. Então, a conclusão de obras importantes como a Adutora do Agreste, que é o braço leste da transposição do rio São Francisco, precisa virar realidade para atender o Agreste pernambucano”, avaliou.
 
 
E acrescentou: “Obras como a Transnordestina, que foi iniciada e só está concluído o trecho que vai para o Ceará. Pernambuco ficou de fora e a gente precisa da Transnordestina para garantir o potencial logístico que a gente tem, inclusive com a ligação com o Porto de Suape, e de Suape com o mundo para poder escoar mercadoria não só para o Brasil, mas para a Europa, Estados Unidos, África e China. Também o metrô do Recife, que está sucateado. A gente tem um cemitério de vagões”. 
 
Segundo a governadora eleita, antes da pandemia mais de 480 mil pessoas da Região Metropolitana utilizavam o metrô e a passagem triplicou de preço. “O usuário diminuiu para menos da metade porque o metrô não está funcionando nem consegue ser expandido”, alertou. Raquel disse que tão logo seja possível, estará em Brasília para tratar dessas demandas, que julga fundamentais para o Estado entrar numa nova espiral de retomada do seu desenvolvimento. 
 
Abertura de diálogo – Sobre a relação com Lula, candidato que não apoiou nem tampouco se alinhou a Bolsonaro, a governadora eleita afirmou: “As próprias declarações do presidente são que de imediato reunirá todos os governadores eleitos e buscará deles as demandas para os seus Estados. Eu tenho certeza de que essa ponte será construída. Já temos em grande parte o apoio da bancada estadual e federal. Os próprios senadores da República, inclusive os dois do PT, se colocaram à disposição para nos ajudar. Pernambuco precisa de união para fazer o nosso Estado voltar a crescer, gerar oportunidade de esperança para que a gente cuide dessas novas gerações”.
 
Por Blog do Magno
Compartilhe:

Deixe um comentário