banner5

Abril Azul é o mês de conscientização sobre o autismo.

O autismo é uma causa que todos nós devemos ter conhecimento.

A lei de número 14/626/23 estende o direito ao atendimento prioritário para pessoas com transtorno do espetro autista ou mobilidade reduzida e para doadores de sangue. Só precisa que os profissionais da saúde tenham conhecimento dessa lei e de fato dê prioridades a essas pessoas.

Infelizmente ainda nos deparamos com funcionários que desconhecem as leis e não tratam as pessoas com autismo como de fato elas merecem e devem serem tratadas. Por isso todas as mães atípicas tem toda razão de reclamar quando são tratadas como pessoas diferentes.

São mães iguais a qualquer uma outra mãe, sendo que são acobertadas por a lei 14/626/ De 19/07/2023 que dá o direito prioritário no atendimento de seus filhos.

Em se tratando da cidade de Afogados da Ingazeira, existe uma lei municipal aprovada pela câmara de vereadores, projeto de lei apresentado pelo vereador Edson Henrique, que junto com a lei federal fica mais forte esse direito prioritário aos atendimentos as pessoas com autismo. Vale salientar que ainda deixa a desejar tais atendimentos nos orgãos públicos.

Fica aqui o alerta e o pedido para que as leis sejam cumpridas, sem que seja preciso a justiça ser acionada para que as leis sejam de fato aplicadas.

Lembre-se que hoje você trata mal uma mãe atípica, amanhã pode acontecer bem perto de você. Então, você profissional da saúde, dê, a todas as pessoas, o mesmo tratamento que você gostaria de receber. E saiba também diferenciar o que é prioridade e o que é preferencial.

Façam valer a Lei 14/626/De 19/07/2023.

Vamos todos abraçar essa causa. É sábado na frente da nossa catedral do senhor Bom Jesus dos remédios.

 

Compartilhe:

Deixe um comentário