banner5

Prazo para regularizar título pela internet termina nesta segunda (8).

Fique atento aos prazos da Justiça Eleitoral
Fique atento aos prazos da Justiça Eleitoral – MARCELLO CASAL JUNIOR/ABr

Após essa data, atendimento será presencial até 8 de maio.

Eleitores sem biometria cadastrada podem acessar os serviços eleitorais pela internet, chamados Título Net, somente até esta segunda-feira (8).

Depois desse prazo, o eleitor sem as digitais cadastradas precisará ir a um cartório eleitoral até o dia 8 de maio para ser atendido e poder votar nas eleições municipais, marcadas para outubro.

Segundo a Justiça Eleitoral, os eleitores com a biometria em dia podem continuar utilizando os serviços pela internet. É possível ver qual é a situação cadastral no site do TSE.

O dia 8 de maio é o prazo final para regularizar a situação eleitoral, solicitar transferência de domicílio e atualizar dados cadastrais. Após essa data, esses serviços ficarão indisponíveis, pois a Justiça Eleitoral passará a se dedicar a organização das eleições municipais.

Primeiro título

Quem for tirar o título pela primeira vez precisa ir a um cartório eleitoral para coletar a biometria, que é gratuita. Esse cadastro evita que uma pessoa vote no lugar de outra e permite identificar se um eleitor tem mais de um registro eleitoral.

A Justiça Eleitoral alerta que apenas fazer o pedido pela internet não é garantia da emissão do título ou a regularização eleitoral. É necessário anexar os documentos exigidos.

Por: JC.

Políticos de mandatos terão de 7 de março a 5 de abril para trocar de partido e disputar eleições 2024

Eleições 2024: confira os principais prazos do pleito — Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco
Eleições 2024: confira os principais prazos do pleito — Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco

Entre os dias 7 de março e 5 de abril os ocupantes de cargos eletivos, como prefeito, vice-prefeitos e vereadores, ou até mesmo deputados e senadores, deverão escolher definitivamente em qual partido pretende disputar as eleições deste ano.

As eleições municipais de 2024 ocorrerão no dia 6 de outubro, o primeiro domingo do mês. Já o segundo turno, se houver, deve acontecer no último domingo do mês (dia 27), nas cidades com mais de 200 mil eleitores em que a candidata ou candidato mais votado à Prefeitura não tenha atingido a maioria absoluta, isto é, metade mais um dos votos válidos (excluídos brancos e nulos).

Cerca de 7 milhões de eleitoras e eleitores do estado de Pernambuco devem comparecer às urnas para eleger os prefeitos e vereadores em cada um dos 184 municípios pernambucanos.

A janela só é válida para quem está no poder e no fim do mandato. Neste prazo, a dança dos partidos será grande, e os seus presidentes vão esquentar muito os neurônios para conseguir fechar o quadro de pré-candidatos e respeitar as cotas previstas em lei.

Além disto, os presidentes de partidos também deverão conversar muito com seus pré-candidatos, pois muitos deverão tentar compor chapão para viabilizar a vitória de um ou mais candidatos, no entanto, muitos novos pré-candidatos não vão querer compor partido onde já exista vereador de mandato tentando a reeleição.

Por Pernambuco Notícias

Pesquisa do PL indica que Michelle Bolsonaro e Tarcísio não têm força contra Lula em 2026.

Tanto Michelle Bolsonaro quanto Tarcísio de Freitas tem pouca visibilidade entre os eleitores e índices tornam principais herdeiros de Jair Bolsonaro pouco competitivos para eleições de 2026
Tanto Michelle Bolsonaro quanto Tarcísio de Freitas tem pouca visibilidade entre os eleitores e índices tornam principais herdeiros de Jair Bolsonaro pouco competitivos para eleições de 2026 – Douglas Gomes/Lid Republicanos/Flickr

Tanto Michelle Bolsonaro quanto Tarcísio de Freitas têm pouca visibilidade entre os eleitores e índices tornam principais herdeiros de Jair Bolsonaro pouco competitivos para eleições de 2026.

Com Jair Bolsonaro (PL) inelegível, muito se questiona quem irá substituir o ex-presidente na disputa presidencial de 2026 ao lado da direita.

Para entender mais a situação dos principais herdeiros políticos de Bolsonaro, o Partido Liberal encomendou uma pesquisa para avaliar os nomes proeminentes na direita do país capazes de substituir Jair Bolsonaro.

O indicativo trouxe resultados negativos para Michelle Bolsonaro (PL) e Tarcísio de Freitas (Republicanos), principais nomes apresentados no espectro da direita para substituir o ex-presidente Bolsonaro.

MICHELLE BOLSONARO E TARCÍSIO ESTÃO POUCO COMPETITIVOS PARA 2026

Segundo informações da coluna de Bela Megale do GloboMichelle Bolsonaro e Tarcísio de Freitas estão longe do reconhecimento necessário para disputar as eleições presidenciais de 2026.

De acordo com Megale, o levantamento feito pela Paraná Pesquisas a pedido do PL indica que a representação espontânea (quando não são listados os candidatos) de Michelle e Tarcísio é muito baixa, cerca de dois anos até a eleição.

Os principais citados como herdeiros de Bolsonaro na disputa presidencial de 2026 têm baixa visibilidade para o público geral, segundo a pesquisa obtida pela jornalista.

No indicativo, em uma pesquisa com 2.026 entrevistados, apenas duas pessoas citaram o nome de Michelle Bolsonaro sobre espontaneamente a próxima eleição do Executivo Nacional. Esse número compõe apenas 0,1% do público avaliado.

No caso do governador de São Paulo, o resultado é levemente melhor, mas ainda não chega nem em 1% do público. Apenas 16 pessoas citam Tarcísio de Freitas no levantamento espontâneo sobre a disputa presidencial. O índice é de 0,8%.

Enquanto isso, no cenário espontâneo é visto que 20,3% aponta que votaria no presidente Lula (PT) em 2026, enquanto 14,4% aponta Bolsonaro, que está inelegível e não pode concorrer pelos próximos oito anos. Apesar disso, 54,6% não sabe em quem votaria sem ter os nomes apresentados.

A pesquisa da Paraná, que não foi divulgada oficialmente por ser realizada a mando do PL, entrevistou 2.026 pessoas nas 27 unidades da federação entre 24 e 28 de janeiro.

Por: JC.